pessoas odeiam imobiliárias

Por que algumas pessoas odeiam imobiliárias?

Como apresentamos aqui mesmo no blog Rede Vistorias há alguns dias, o perfil do consumidor no mercado imobiliário vem mudando. Somos cada vez mais exigentes com a qualidade e velocidade dos serviços que nos são prestados. Quando não temos o retorno esperado de uma imobiliária, por exemplo, rapidamente ficamos descontentes com a situação. Vamos entende hoje por que algumas pessoas odeiam imobiliárias.

A imobiliária no papel de intermediadora de uma transação imobiliária trabalha focada no relacionamento com o cliente. Qualquer atitude que deixe o cliente “a deriva”, sem respostas a seus questionamentos, vai gerar uma repulsa. É complexo demais lidar com tantas possíveis variáveis de problemas entre locadores e locatários, vendedores e compradores de imóveis. Contudo, se a imobiliária não está disposta a tentar resolver as coisas e promover uma experiência diferenciada para seu cliente, é melhor que procure outro negócio para tocar.

Pessoas odeiam imobiliárias pelas falhas nos procedimentos

Os exemplos que serão retratados neste post são todos exemplos reais, retirados do site Reclame Aqui (www.reclameaqui.com.br), no mês de setembro de 2018. Estes servirão como uma amostra dos vários tipos de problemas que fazem algumas pessoas não suportarem relacionar com uma imobiliária. A identificação das pessoas e imobiliárias serão preservadas.

Aluguel de um apartamento, quando da ocupação do inquilino alguns dos móveis e eletrodomésticos não estavam funcionando. O inquilino ao contatar a imobiliária foi informado que deveria falar diretamente com o proprietário. A partir daí transcorreram algumas semanas para resolver o problema.

A origem do problema foi, certamente, uma vistoria mal feita. Talvez essa vistoria tenha sido feita pelo próprio corretor, que não estava devidamente qualificado para executar a atividade. Para que haja uma melhoria incremental no procedimento de vistorias, evitando desgastes como esse, é possível que as imobiliárias avaliem a terceirização desse procedimento. Com uma empresa especializada, certamente a experiência do cliente será positivamente diferenciada.

Outro exemplo de falha em procedimento tem relação com cobrança. Inquilina recebeu um e-mail informando que seria cobrado R$ 200,00 a mais em sua locação, por conta de um suposto segundo morador no imóvel. Essa informação chegou à inquilina um dia antes do vencimento do aluguel. O fato é que não há morador adicional no imóvel. Mesmo que houvesse, não foi emitido um comunicado com antecedência para aprovação ou contestação.

Pessoas odeiam imobiliárias pela falta de postura

Casos, na verdade descasos, que prejudicam a imagem da imobiliária são muitos, infelizmente. Relatos como este, o qual, por mais de vinte dias o portão da garagem de um imóvel não estava em funcionamento e a imobiliária não se posicionava para ajudar o inquilino. A falta de postura correta para apoiar seu cliente o deixara sem segurança. Para piorar a situação, neste mesmo caso, há relato que depois de várias ligações, reivindicando ser ajudado, o cliente agora tem seus telefonemas encerrados de forma abrupta, aquele famoso “desligou na minha cara”.

Nosso último exemplo de hoje é de uma locação de imóvel “maquiado” na entrada e que mostrou sua real situação pouco tempo depois da ocupação. O termo maquiado remete ao fato de quando o imóvel está para ser locado, tendo visitas de interessados, ele está com pintura nova, escondendo alguns problemas existentes anteriormente.

O imóvel apresenta mofo em vários cômodos. Este mofo está deteriorando os móveis e roupas dos inquilinos e, ainda pior, colocando em risco a saúde das crianças que vivem lá. Uma das crianças tem rinite alérgica e já foi sugerido a mãe, pela pediatra da criança, que eles se mudem de imóvel para poder melhorar seu estado de saúde. A inquilina não tem condições financeiras de prontamente mudar de imóvel e recorre a sua imobiliária para tentar melhorar as coisas. A imobiliária não responde nenhum e-mail, não esclarece nada, não se sabe quando isso poderá ser resolvido junto ao proprietário.

Estes tipos de situações, somadas a inúmeras outras, fazem com que qualquer empresa perca força. No mercado imobiliário não é diferente. Este tipo de atitude, acumulada há tanto tempo, acaba minando a confiança dos clientes no agente intermediador do seu sonho de morar em um lugar apropriado, atendendo suas necessidades mais básicas.

Privilegie as imobiliárias que conseguem promover experiências bacanas para seus clientes. Não deixe de cobrar seus direitos como consumidor.