Gestão das vistorias imobiliárias, você está errando nisso

VISTORIAS

Esse post é para aquela imobiliária que possui sua equipe própria de vistorias em imóveis. A gestão das vistorias imobiliárias é um ponto muito importante na visão de custos, produtividade, qualidade e talvez você não esteja dando a devida atenção.

Existe um risco muito grande de sua imobiliária ser pouco produtiva ou ter baixa qualidade nas vistorias dependendo da demanda flutuante por esse serviço. Ao passo que a demanda flutua o custo é fixo para manter esse time. É assim que já começamos a responder a esta questão.

Vamos abordar com mais detalhes como funciona essa relação de demanda e custo para que você possa tirar suas conclusões e compreender se está errando nisso. Acompanhe!

Gestão das vistorias imobiliárias: representação gráfica

Como base daquilo que vamos abordar hoje, trazemos aqui um gráfico que mostra o resumo das vistorias realizadas, por um vistoriador, ao longo de um ano na Imobiliária dos Exemplos (empresa que trabalha com locações de imóveis). O eixo vertical, que apresenta os números, refere-se ao número de vistorias realizadas a cada mês. O eixo horizontal apresenta os meses do ano, de janeiro a dezembro.

A linha vermelha representa a média mensal de vistorias que este vistoriador consegue realizar com tranquilidade. Neste nosso exemplo a média é de 22 vistorias por mês.

 

 

 

 

Vistorias em alta

As vistorias realizadas nessa imobiliária não são constantes. Pode-se observar que nos meses de Fevereiro, Março e Julho o número de vistorias foi bem acima da média. Observe o destaque na imagem abaixo:

Nestes períodos, destacados na cor laranja, o vistoriador está sobrecarregado. Quando há uma sobrecarga é presente o risco de haver baixa na qualidade das vistorias. Se isso ocorrer com as vistorias de entrada, por exemplo, você terá esse reflexo gerando prejuízo “lá na frente”. Quando o inquilino for desocupar o imóvel, como será possível comparar a saída com uma entrada de qualidade deficitária?

Caso estejamos lidando com as vistorias de saída, o prejuízo é quase imediato. Imaginemos que a vistoria de entrada foi feita de maneira correta, mas na saída, por conta da sobrecarga, o vistoriador não relata as divergências com precisão. Você como gestor daquela negociação libera o inquilino. Logo na próxima locação do mesmo imóvel o locador constata as divergências que deveriam ter sido resolvidas com o último inquilino, mas não foram. Nesses casos, comumente a imobiliária é quem vai arcar com os reparos necessários.

Vistorias em baixa

Observe que as vistorias da imobiliária nos meses de Abril, Maio, Agosto, Setembro, Outubro e Novembro, foram abaixo da média. É a zona destacada em verde na imagem abaixo.

O que fazer com um vistoriador que está vistoriando abaixo da média? Não tem muito que ser feito, não é mesmo? Nestes meses o colaborador está gerando o mesmo custo para mantê-lo, mas está produzindo menos, está ocioso.

É possível que a qualidade de seus relatórios seja aumentada, já que ele não estará executando o trabalho na correria. Contudo, o custo por vistoria vai aumentar.

 

 

Contornando o custo fixo

O que fazer quando em boa parte do ano você tem um vistoriador ocioso e quando ele estiver trabalhando em sobrecarga, potencialmente, vai baixar a qualidade do seu serviço? Uma alternativa é transformar esse custo fixo em um custo variável.

Se você não mantiver esse custo fixo, realocando seu vistoriador para uma atividade que gera receita para empresa, e contratar vistoriadores terceiros conforme demanda manterá suas finanças e a qualidade das vistorias em dia. Para imobiliárias que tenham um volume maior de vistorias, consequentemente, um número maior de vistoriadores, o raciocínio é o mesmo.

Digamos que você tenha três vistoriadores. Faça um exercício como esse exemplo que trouxemos hoje. Descubra, por exemplo, que com dois vistoriadores você atende sua demanda ideal. Faça a realocação de um vistoriador, mantenha dois no time. Nos momentos que a demanda for excedente, contrate um parceiro, uma empresa terceira especialista em vistorias.

Gestão das vistorias imobiliárias: deixe para gastar mais com vistorias quando tiver mais negócios sendo fechados. Faça o exercício! Coloque na ponta do lápis e tome a melhor decisão para sua imobiliária.

SAIBA COMO SE TORNAR UM FRANQUEADO DE SUCESSO